AGEMS discute prevenção a incêndios florestais em congresso internacional nos EUA

Categoria: Geral | Publicado: segunda-feira, dezembro 4, 2023 as 17:21 | Voltar

A Agência Estadual de Regulação (AGEMS) está presente no 10º Congresso Internacional de Ecologia e Gestão do Fogo, que acontece na cidade de Monterey, Califórnia, Estados Unidos. Integrante da Câmara Técnica de Energia, o engenheiro eletricista Paulo Ajeje leva ao evento a experiência da Agência Reguladora na fiscalização e discussão sobre prevenção a incêndios florestais, que gerou um estudo de caso desenvolvido na região leste de Mato Grosso do Sul onde vêm se expandindo as floretas de eucalipto.

De 4 a 8 de dezembro, o Congresso reúne estudiosos e especialistas do mundo todo para workshops, viagens de campo e três dias inteiros de apresentações, grupos de discussão e oportunidades de networking em torno do tema.

A prevenção a incêndios florestais causados por danos na rede elétrica rural é uma preocupação da Agência, que tem atuado junto às concessionárias de energia e à cadeia produtiva de celulose, envolvendo produtores de eucalipto e as indústrias.

“A energia elétrica em si não é uma causa direta de incêndios florestais, mas condições precárias das linhas de transmissão ou das redes de distribuição rurais, o mau dimensionamento ou funcionamento da proteção de equipamentos elétricos e outros fatores, podem ocasionar curtos-circuitos e sobrecargas que, por sua vez, podem causar incêndios”, ressalta Ajeje. “Nosso estudo e nosso trabalho de campo refletem essa preocupação. Acredito que vai ser muito produtivo compartilhar essa experiência e também trazer desse congresso conhecimento para enriquecer o nosso trabalho”.

“Nós temos investido em informação, capacitação e tecnologia para contribuir com o desenvolvimento sustentável de Mato Grosso do Sul. Nossa presença em uma discussão como essa, com experiências do mundo todo, é mais uma ferramenta de conhecimento para garantir o fornecimento seguro de energia elétrica”, aponta o diretor-presidente Carlos Alberto de Assis.

Risco e prevenção

Engº Ajeje em oficina de trabalho do Congresso Internacional de de Ecologia e Gestão do Fogo

O Brasil é um dos principais produtores de eucalipto do mundo, com extensas plantações concentradas principalmente nos estados de Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, São Paulo, Bahia e Espírito Santo. A espécie é amplamente utilizada para produção de papel, celulose, madeira para construção, carvão vegetal e produção de energia elétrica.

A estimativa é de que Mato Grosso do Sul tenha mais de 1,3 milhão de hectares, com expectativa de atingir 2,0 milhões até 2030, ou seja, aproximadamente 5,6% do território estadual.

Estudos técnicos revelam que as áreas de plantio de eucalipto apresentam alto risco de ocorrência de incêndios, porque além da disponibilidade de madeira, existe o depósito contínuo de folhas e galhos no solo, provenientes dos plantios e da vegetação, formando uma manta orgânica que serve como material combustível.

Publicado por: Gizele Oliveira

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.